NOTÍCIAS
Bancários se reúnem para avaliar proposta da Fenaban nesta segunda-feira (26/10)
26/10/2015
Assembleia que votará o índice de 10% de reajuste salarial será realizada às 19 horas na sede do Sindicato dos Bancários de Mogi (Rua Engenheiro Eugênio Motta, 102, Jardim Santista, em Mogi das Cruzes

Os bancários da base do Sindicato de Mogi das Cruzes, que compreende ainda os municípios de Suzano, Poá, Biritiba Mirim e Salesópolis, se reúnem nesta segunda-feira (26 de outubro) para avaliar a proposta de reajuste de 10% para os salários, para a Participação nos Lucros e Resultados (PLR) e para o piso e de 14% para os vales refeição e alimentação apresentada pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) na última sexta-feira (23 de outubro).

 

A orientação do Comando Bancário é pela aceitação da proposta e fim da greve. Caso a proposta seja aprovada pela categoria os bancos voltam a atender normalmente na terça-feira (27 de outubro). A assembleia será realizada às 19 horas na sede do Sindicato dos Bancários de Mogi (Rua Engenheiro Eugênio Motta, 102, Jardim Santista, em Mogi das Cruzes).

 

A nova proposta da Fenaban, apresentada no 19º dia da greve, significa a manutenção do modelo que vinha sendo colocado em prática nos últimos anos, de reposição integral da inflação mais aumento real e abono parcial dos dias parados. Na proposta inicial, que levou os bancários à greve, os banqueiros se negavam até mesmo a repor a inflação do período e tentaram reconstruir um modelo ultrapassado de abono salarial.

 

Com o índice proposto, em 12 anos a categoria vai acumular 20,83% de ganho real nos salários e 42,3% nos pisos.

 

O presidente do Sindicato dos Bancários de Mogi e Região, Francisco Candido, destacou que no cenário econômico atual os índices conquistados representam uma grande vitória para a categoria:

 

“Vivemos um momento de recessão e, no entanto, conseguimos garantir aumento real nos salários e reposição da inflação. Isso mostra que a força e mobilização dos bancários foram fundamentais para vencer a resistência dos banqueiros, que queriam impor perdas à categoria”, diz.

 

GREVE

 

A greve dos bancários começou no dia 6 de outubro com a paralisação de 22 agências de Mogi. Aos poucos, o movimento foi ganhando força e ampliando o volume de unidades fechadas, chegando a 100%. A proposta que trouxe a esperança de fim da greve chegou apenas no 18º dia de paralisações em todo o País. Até então todas as propostas apresentadas pelos bancos estavam abaixo da inflação e impunham perdas aos trabalhadores: 5,5% mais abono de R$ 2,5 mil em 25 de setembro; depois 7,5% e 8,75% na última semana, para finalmente chegar aos 10% diante da inflação de 9,88% (INPC).

Rua Engenheiro Eugênio Motta, 102 - Jardim Santista - Mogi das Cruzes - SP Tel: (11) 4724-9117
Sindicato dos Bancários de Mogi das Cruzes e Região © Direitos Reservados
Acessar o painel administrativo